Origem

filosofia_civitas

A Civitas – Associação Cultural e de Cidadania – é uma entidade privada, sem fins lucrativos, reconhecida desde 2007 como uma organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP). A entidade é formada por cidadãos comprometidos com a construção de uma ordem social, cultural e política livre, justa, igualitária e fraterna.

Inspirados no pensamento espiritual de Chiara Lubich, fundadora do Movimento dos Focolares, que tem como característica a promoção do diálogo entre pessoas de diferentes culturas, crenças, ideologias e condições sociais, os membros da entidade elegeram a fraternidade universal como conteúdo e método específicos de sua atuação política.

Para isso, partem do patrimônio ético e cultural do Movimento Político pela Unidade (MPPU), cujo propósito principal é unir pessoas que, não obstante suas diferentes tendências políticas, estão comprometidas com a realização do bem comum. Nesse sentido, o resgate da fraternidade como categoria política constitui um caminho viável, porque pode levar à plena realização dos ideais proclamados num dos momentos de fundação da política moderna, a Revolução Francesa. Liberdade e Igualdade, que se encarnaram e que se contrapuseram de modo hostil por meio do liberalismo e do comunismo, podem encontrar um novo equilíbrio através da Fraternidade, ainda hoje pouco aplicada ao universo político.

A Civitas atua principalmente oferecendo apoio técnico e logístico ao MPPU; capacitando jovens em elaboração de projetos de ação política, acompanhando e avaliando a sua execução; articulando grupos juvenis com as comissões locais do Movimento e realizando programas, cursos, palestras e seminários.

Há seis anos, a Civitas tem implantado, em diversas regiões do Brasil, as Escolas de Formação Cultural, Social e de Cidadania para Jovens, com o objetivo de formar cidadãos com as competências necessárias para realizar projetos para o bem comum e ajudar a transformar as cidades em que vivem. Com uma metodologia inovadora, as Escolas Civitas já formaram mais de 200 jovens entre 16 e 29 anos em dez estados do Brasil. O programa inclui módulos formativos, projetos de intervenção social e seminários de integração nos quais se aprofundam temáticas relacionadas à realidade brasileira e geopolítica latino-americana.

Além de contar com o apoio de uma rede de professores e monitores em todo o país, os jovens ampliam sua capacidade de analisar a realidade, bem como sua ação política através da interação com os comitês locais do Movimento Político pela Unidade e do diálogo local com políticos de diferentes partidos, que estão comprometidos com a experiência e a aplicação da fraternidade como categoria política.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s